Contactos
ES Eng.º Acácio Calazans Duarte, Rua Professor Nery Capucho, Apartado 385 2431-905 Marinha Grande
244575145 / 969698280

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Consulte a legislação em vigor

Esta é a nova Plataforma de Gestão da Formação do Centro de Formação de LeiriMar. Pode fazer a sua inscrição, através do menu "Criar conta". Esta inscrição permitir-lhe-á, sem necessidade de voltar a inserir todos os dados: (1) Inscrever-se nas ações de formação que forem divulgadas, acedendo ao menu "oferta formativa" e clicando em cima da imagem (pode anular a inscrição, clicando de novo em cima da imagem), sem nova inserção de dados; (2) Alterar/atualizar os seus dados pessoais sempre que for necessário; (3) Aceder e construir todo o seu histórico de formação, no qual serão disponibilizados, em permanência, os certificados obtidos.

Pode consultar o Manual do Utilizador.

DIVULGAÇÃO

146

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes do Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente | Nível 1

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Marinha Grande

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T01_AEMGPoente Inscrições abertas até 26-10-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 02-11-2021

Fim: 16-02-2022

Regime: Presencial

Local: Marinha Grande

Formador

Carlos Mendes Baltazar

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 02-11-2021 (Terça-feira) 17:10 - 19:10 2:00 Presencial
2 10-11-2021 (Quarta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial
3 17-11-2021 (Quarta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial
4 25-11-2021 (Quinta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial
5 02-12-2021 (Quinta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial
6 09-12-2021 (Quinta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial
7 12-01-2022 (Quarta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial
8 09-02-2022 (Quarta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial
9 16-02-2022 (Quarta-feira) 17:10 - 20:10 3:00 Presencial

163

Desenvolvimento Digital: Ações de intervenção e operacionalização na escola
Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento do Agrupamento de Escolas D. Dinis

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Plataformas Zoom

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1142_AEDDinis Inscrições abertas até 02-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD 124/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 03-11-2021

Fim: 03-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataformas Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

João José Baião de Jesus Peres

Destinatários

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a Transição Digital, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020, de 21 de abril, prevê que cada escola desenvolva um programa para a transformação digital das escolas traduzido na elaboração de um Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE). O desenvolvimento deste plano é suportado, entre outros fatores, pelo aprofundamento de competências digitais dos docentes no processo de ensino/aprendizagem. Interessa, pois, que todos os intervenientes no processo educativo, e de um modo particular, os docentes, se apropriem das dimensões e ações previstas no PADDE da respetiva escola.

Objetivos

- Reflexão sobre as recentes políticas educativas e impactos nos papéis dos diferentes intervenientes da comunidade educativa - Reconhecimento da necessidade de integração de processos de cariz digital nas práticas pedagógicas - Conhecer as linhas de intervenção para a escola/agrupamento desenhadas no âmbito do PADDE

Conteúdos

1. Políticas educativas do século XXI 1.1 Enquadramento legal em vigor 1.2 Papel das escolas, dos professores e dos alunos 2. Programa de Digitalização para as Escolas 2.1 Âmbito e objetivos 2.2 Capacitação digital de docentes 3. Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE) 3.1 Apresentação do PADDE da escola/agrupamento

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 03-11-2021 (Quarta-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Online síncrona

171

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes da Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo | Nível 1

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Leiria

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T07_ESFRLobo Inscrições abertas até 28-10-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 03-11-2021

Fim: 23-02-2022

Regime: Presencial

Local: Leiria

Formador

Pedro José Cortez Pinto Guerreiro

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 03-11-2021 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
2 10-11-2021 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
3 02-12-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
4 11-12-2021 (Sábado) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial
5 11-12-2021 (Sábado) 14:30 - 17:30 3:00 Presencial
6 19-01-2022 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
7 26-01-2022 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
8 23-02-2022 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial

187

Educação para o Desenvolvimento e a Cidadania Global: Os Desafios da Agenda 2030
EXCLUSIVA PARA ESCOLA SECUNDÁRIA FRANCISCO RODRIGUES LOBO: Professores de todos os grupos de recrutamento

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Plataforma Zoom

A Agenda 2030 é a nova Agenda de Desenvolvimento global para os próximos 10 anos. 17 Objetivos alicerçados em 169 metas são os passos identificados para a garantia de um Mundo mais justo, mais digno, mais inclusivo e sustentável. Da erradicação da pobreza e da fome à igualdade de género e saúde de ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1271 Inscrições abertas até 29-10-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD-126/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 03-11-2021

Fim: 03-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataforma Zoom

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Escola Secundário Francisco Rodrigues Lobo | Instituto Marquês de Valle Flor | CFAE LeiriMar

Razões

A Agenda 2030 é a nova Agenda de Desenvolvimento global para os próximos 10 anos. 17 Objetivos alicerçados em 169 metas são os passos identificados para a garantia de um Mundo mais justo, mais digno, mais inclusivo e sustentável. Da erradicação da pobreza e da fome à igualdade de género e saúde de qualidade, da água potável e saneamento ao trabalho digno e crescimento económico, da redução das desigualdades à educação de qualidade, das energias renováveis à ação climática, esta Agenda reflete o equilíbrio entre 5 Princípios: Pessoas, Planeta, Paz, Parcerias e Prosperidade que se apresentam como pilares desta estratégia glocal. Numa altura, em que mais do que nunca, a comunidade escolar é chamada a intervir na promoção do desenvolvimento sustentável, é imperativo informar, sensibilizar e mobilizar a comunidade educativa para os desafios universais colocados pela nova agenda do desenvolvimento – Transformar o nosso Mundo. Recorrendo a metodologias de educação não formal, aplicadas ao contexto de educação formal e tendo por base a Agenda 2030 e o Referencial de Educação para o Desenvolvimento que se constitui como um documento orientador para o enquadramento da intervenção pedagógica da Educação para o Desenvolvimento, como dimensão da educação para a cidadania, a formação terá as bases pedagógicas e a qualidade necessárias para reforçar o trabalho dos professores participantes na promoção dos ODS e da cidadania global.

Objetivos

1 - Informar, sensibilizar e mobilizar a comunidade educativa para os desafios universais colocados pela nova Agenda do Desenvolvimento – Transformar o nosso Mundo; 2 - Partilhar ferramentas pedagógicas, de modo a promover a sensibilização e a capacitação dos Alunos para a importância da Cidadania Global.

Conteúdos

1. Enquadramento aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável; 2. Objetivos pedagógicos na educação para o Desenvolvimento Sustentável; 3. Conceitos-chave do Desenvolvimento Sustentável; 4. Apresentação de boas práticas pedagógicas.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 03-11-2021 (Quarta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

169

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes do Agrupamento de Escolas Correia Mateus | Nível 1

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Leiria

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T05_AECMateus Inscrições abertas até 29-10-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 04-11-2021

Fim: 20-01-2022

Regime: Presencial

Local: Leiria

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 04-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 18-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 02-12-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 09-12-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 06-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 13-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 20-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial

198

Desenvolvimento Digital: Ações de intervenção e operacionalização na escola
Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento da Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Plataforma Zoom

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1145_ESFRLobo Inscrições abertas até 03-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD 124/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 04-11-2021

Fim: 04-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataforma Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

João José Baião de Jesus Peres

Destinatários

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a Transição Digital, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020, de 21 de abril, prevê que cada escola desenvolva um programa para a transformação digital das escolas traduzido na elaboração de um Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE). O desenvolvimento deste plano é suportado, entre outros fatores, pelo aprofundamento de competências digitais dos docentes no processo de ensino/aprendizagem. Interessa, pois, que todos os intervenientes no processo educativo, e de um modo particular, os docentes, se apropriem das dimensões e ações previstas no PADDE da respetiva escola.

Objetivos

- Reflexão sobre as recentes políticas educativas e impactos nos papéis dos diferentes intervenientes da comunidade educativa - Reconhecimento da necessidade de integração de processos de cariz digital nas práticas pedagógicas - Conhecer as linhas de intervenção para a escola/agrupamento desenhadas no âmbito do PADDE

Conteúdos

1. Políticas educativas do século XXI 1.1 Enquadramento legal em vigor 1.2 Papel das escolas, dos professores e dos alunos 2. Programa de Digitalização para as Escolas 2.1 Âmbito e objetivos 2.2 Capacitação digital de docentes 3. Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE) 3.1 Apresentação do PADDE da escola/agrupamento

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 04-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

167

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes do Agrupamento de Escolas Vieira de Leiria | Nível 1

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Marinha Grande

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T03_AEVieira Inscrições abertas até 29-10-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 05-11-2021

Fim: 02-12-2021

Regime: Presencial

Local: Marinha Grande

Formador

José Manuel da Cruz Soares

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 05-11-2021 (Sexta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 09-11-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 11-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 16-11-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 18-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 23-11-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 25-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
8 02-12-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

170

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes do Agrupamento de Escolas de Marrazes | Nível 1

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Leiria

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T06_AEMarrazes Inscrições abertas até 02-11-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 09-11-2021

Fim: 18-01-2022

Regime: Presencial

Local: Leiria

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 09-11-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 23-11-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 07-12-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 14-12-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 04-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 11-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 18-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

164

Desenvolvimento Digital: Ações de intervenção e operacionalização na escola
Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento do Agrupamento de Escolas Marrazes

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Plataformas Zoom

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1143_AEMarrazes Inscrições abertas até 09-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD 124/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 10-11-2021

Fim: 10-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataformas Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

João José Baião de Jesus Peres

Destinatários

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a Transição Digital, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020, de 21 de abril, prevê que cada escola desenvolva um programa para a transformação digital das escolas traduzido na elaboração de um Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE). O desenvolvimento deste plano é suportado, entre outros fatores, pelo aprofundamento de competências digitais dos docentes no processo de ensino/aprendizagem. Interessa, pois, que todos os intervenientes no processo educativo, e de um modo particular, os docentes, se apropriem das dimensões e ações previstas no PADDE da respetiva escola.

Objetivos

- Reflexão sobre as recentes políticas educativas e impactos nos papéis dos diferentes intervenientes da comunidade educativa - Reconhecimento da necessidade de integração de processos de cariz digital nas práticas pedagógicas - Conhecer as linhas de intervenção para a escola/agrupamento desenhadas no âmbito do PADDE

Conteúdos

1. Políticas educativas do século XXI 1.1 Enquadramento legal em vigor 1.2 Papel das escolas, dos professores e dos alunos 2. Programa de Digitalização para as Escolas 2.1 Âmbito e objetivos 2.2 Capacitação digital de docentes 3. Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE) 3.1 Apresentação do PADDE da escola/agrupamento

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 10-11-2021 (Quarta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

Formação de Formadores SBV-DAE para Professores “SBV/DAE - Escola INEM”–Módulo 1
Exclusiva - Professores do Grupo 620 - Escolas Associadas ao Centro de Formação de LeiriMar

ACD

 

4.0 horas

 

Presencial

 

Professores do grupo de recrutamento 620

Estádio de Leiria (a confirmar)

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se ...
Ler mais Ler menos

Ref. 11001 Inscrições abertas até 06-10-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD-119/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 11-11-2021

Fim: 11-11-2021

Regime: Presencial

Local: Estádio de Leiria (a confirmar)

Destinatários

Professores do grupo de recrutamento 620

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar, Instituto Nacional de Emergência Médica e Direção-Geral da Educação

Razões

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se efetuada apenas por médicos, já que a PCR ocorre na maioria das vezes fora do hospital. Nesse sentido recomenda-se que os “não médicos” sejam treinados e autorizados a utilizar desfibrilhadores, na sequência do enquadramento proporcionado pela legislação existente. Tendo em vista a massificação do ensino e treino das manobras de suporte básico de vida com desfibrilhação automática externa, designadamente no âmbito da formação efetuada nos estabelecimentos de ensino, justifica-se a criação deste produto pedagógico, de forma a promover a formação dos professores com competências técnico/pedagógicas nesta área. O número máximo de elementos a admitir à formação, bem como a relação formador/formando, teve em conta a capacidade pedagógica prévia dos elementos que integrarão estas ações.

Objetivos

Demonstrar competências como formador de Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa (SBV/DAE).

Conteúdos

 15 Minutos: Apresentação e objetivos do curso  45 Minutos: Algoritmo de SBV e demonstração  90 Minutos: Sessão prática de SBV, PLS e DVA  90 Minutos: Sessão prática de execução de tarefas

Metodologias

Sessões Teóricas; Sessões Práticas

Avaliação

Avaliação Prática Contínua, realizada durante a execução das tarefas atribuídas, nas quais o formando terá de ter nota igual ou superior a 15 valores (75%), para ficar aprovado. (Formação de Formadores). Não são permitidas faltas.


Formação de Formadores SBV-DAE para Professores “SBV/DAE - Escola INEM” – Módulo 2
Exclusiva - Professores do Grupo 620 - Escolas Associadas ao Centro de Formação de LeiriMar

ACD

 

4.0 horas

 

Presencial

 

Professores do Grupo 620

Estádio de Leiria (a confirmar)

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se ...
Ler mais Ler menos

Ref. 11101 Inscrições abertas até 06-10-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD-120/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 11-11-2021

Fim: 11-11-2021

Regime: Presencial

Local: Estádio de Leiria (a confirmar)

Destinatários

Professores do Grupo 620

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar, Instituto Nacional de Emergência Médica e Direção-Geral da Educação

Razões

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se efetuada apenas por médicos, já que a PCR ocorre na maioria das vezes fora do hospital. Nesse sentido recomenda-se que os “não médicos” sejam treinados e autorizados a utilizar desfibrilhadores, na sequência do enquadramento proporcionado pela legislação existente. Tendo em vista a massificação do ensino e treino das manobras de suporte básico de vida com desfibrilhação automática externa, designadamente no âmbito da formação efetuada nos estabelecimentos de ensino, justifica-se a criação deste produto pedagógico, de forma a promover a formação dos professores com competências técnico/pedagógicas nesta área. O número máximo de elementos a admitir à formação, bem como a relação formador/formando, teve em conta a capacidade pedagógica prévia dos elementos que integrarão estas ações.

Objetivos

Demonstrar competências como formador de Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa (SBV/DAE).

Conteúdos

 45 Minutos: Algoritmo de SBV-DAE e demonstração  60 Minutos: Sessão prática de SBV-DAE  75 Minutos: Sessão prática de execução de tarefas  45 Minutos: Workshop sobre avaliação prática  15 Minutos: Avaliação e encerramento do curso

Metodologias

Sessões Teóricas; Sessões Práticas

Avaliação

Avaliação Prática Contínua, realizada durante a execução das tarefas atribuídas, nas quais o formando terá de ter nota igual ou superior a 15 valores (75%), para ficar aprovado. (Formação de Formadores). Não são permitidas faltas.


199

Desenvolvimento Digital: Ações de intervenção e operacionalização na escola
Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento do Agrupamento de Escolas Dr. Correia Mateus

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Plataforma Zoom

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1146_AECMateus Inscrições abertas até 14-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD 124/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 16-11-2021

Fim: 16-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataforma Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

João José Baião de Jesus Peres

Destinatários

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a Transição Digital, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020, de 21 de abril, prevê que cada escola desenvolva um programa para a transformação digital das escolas traduzido na elaboração de um Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE). O desenvolvimento deste plano é suportado, entre outros fatores, pelo aprofundamento de competências digitais dos docentes no processo de ensino/aprendizagem. Interessa, pois, que todos os intervenientes no processo educativo, e de um modo particular, os docentes, se apropriem das dimensões e ações previstas no PADDE da respetiva escola.

Objetivos

- Reflexão sobre as recentes políticas educativas e impactos nos papéis dos diferentes intervenientes da comunidade educativa - Reconhecimento da necessidade de integração de processos de cariz digital nas práticas pedagógicas - Conhecer as linhas de intervenção para a escola/agrupamento desenhadas no âmbito do PADDE

Conteúdos

1. Políticas educativas do século XXI 1.1 Enquadramento legal em vigor 1.2 Papel das escolas, dos professores e dos alunos 2. Programa de Digitalização para as Escolas 2.1 Âmbito e objetivos 2.2 Capacitação digital de docentes 3. Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE) 3.1 Apresentação do PADDE da escola/agrupamento

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 16-11-2021 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona

165

Desenvolvimento Digital: Ações de intervenção e operacionalização na escola
Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento do Agrupamento de Escolas Vieira de Leiria

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Plataformas Zoom

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1144_AEVieira Inscrições abertas até 16-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD 124/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 17-11-2021

Fim: 17-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataformas Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

João José Baião de Jesus Peres

Destinatários

Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento pertencentes à respetiva escola/agrupamento

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

O enriquecimento do quadro legal em vigor tem sido fértil na profusão ideológica de uma Escola pública humanista, integradora e produtora cultural com o imperativo de sucesso para todos os alunos. O ambiente digital emerge como mais um fator promotor de aprendizagens para todos. O Plano de Ação para a Transição Digital, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020, de 21 de abril, prevê que cada escola desenvolva um programa para a transformação digital das escolas traduzido na elaboração de um Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE). O desenvolvimento deste plano é suportado, entre outros fatores, pelo aprofundamento de competências digitais dos docentes no processo de ensino/aprendizagem. Interessa, pois, que todos os intervenientes no processo educativo, e de um modo particular, os docentes, se apropriem das dimensões e ações previstas no PADDE da respetiva escola.

Objetivos

- Reflexão sobre as recentes políticas educativas e impactos nos papéis dos diferentes intervenientes da comunidade educativa - Reconhecimento da necessidade de integração de processos de cariz digital nas práticas pedagógicas - Conhecer as linhas de intervenção para a escola/agrupamento desenhadas no âmbito do PADDE

Conteúdos

1. Políticas educativas do século XXI 1.1 Enquadramento legal em vigor 1.2 Papel das escolas, dos professores e dos alunos 2. Programa de Digitalização para as Escolas 2.1 Âmbito e objetivos 2.2 Capacitação digital de docentes 3. Plano de Ação de Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE) 3.1 Apresentação do PADDE da escola/agrupamento

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 17-11-2021 (Quarta-feira) 15:30 - 18:30 3:00 Online síncrona

166

História e Cultura Cigana, Comunidades Ciganas e Educação
Educadores de Infância e Professores de todos os grupos de recrutamento

ACD

 

3.5 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Plataformas Zoom

Sensibilização, com vista à obtenção de respostas adequadas, que facilitem a inclusão das Comunidades Ciganas, nas áreas da Educação, Emprego, Saúde e Habitação.
Ler mais Ler menos

Ref. 1151 Inscrições abertas até 11-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD 125/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.5 horas

Início: 17-11-2021

Fim: 17-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataformas Zoom

Formador

Maria Sofia Ferreira Couto Duarte

Destinatários

Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente | Alto Comissariado para as Migrações | CFAE LeiriMar

Razões

Sensibilização, com vista à obtenção de respostas adequadas, que facilitem a inclusão das Comunidades Ciganas, nas áreas da Educação, Emprego, Saúde e Habitação.

Objetivos

Aumentar o conhecimento dos profissionais sobre a cultura cigana; Promover a reflexão sobre representações acerca da cultura cigana, nomeadamente no que respeita à educação; Partilhar práticas e pistas de intervenção com vista a uma maior integração dos alunos e alunas portuguesas ciganas.

Conteúdos

Representações sobre a cultura cigana; Práticas e pistas de intervenção com vista a uma maior integração dos alunos e alunas portuguesas ciganas.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 17-11-2021 (Quarta-feira) 16:00 - 19:30 3:30 Online síncrona

188

Avaliação Pedagógica: o que pretender ser, qual o papel dos intervenientes e que sistema de avaliação e de classificação?
Docentes que nunca frequentaram as Oficinas de Formação MAIA - Professores dos 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico, do Ensino Secundário e Professores de Educação Especial

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Plataformas Zoom

Nos últimos anos, fruto das recentes políticas educativas, a avaliação pedagógica tem vindo a assumir um foco central levando as escolas procurarem desenvolver processos de reflexão em torno da sua mais eficiente operacionalização. Neste contexto, as escolas têm procurado criar momentos de reflexão ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1281 Inscrições abertas até 16-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD 127/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 18-11-2021

Fim: 18-11-2021

Regime: e-learning

Local: Plataformas Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

Destinatários

Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

Nos últimos anos, fruto das recentes políticas educativas, a avaliação pedagógica tem vindo a assumir um foco central levando as escolas procurarem desenvolver processos de reflexão em torno da sua mais eficiente operacionalização. Neste contexto, as escolas têm procurado criar momentos de reflexão ideológica, de concertação procedimental entre os professores com vista à melhoria do processo de recolha de informações acerca das aprendizagens realizadas pelos alunos para posterior feedback. Para que as escolas possam aprofundar este processo, necessitam que o maior número de docentes possa aprofundar as dimensões do processo de avaliação pedagógica.

Objetivos

- Clarificar conceitos associados à avaliação pedagógica - Conhecer o papel dos professores e alunos na avaliação pedagógica - Refletir sobre sistema de avaliação e de classificação

Conteúdos

1. A avaliação pedagógica: conceitos e dimensões a) Avaliação formativa b) Avaliação Sumativa c) Avaliação Sumativa com efeitos classificatórios 2. Papel dos professores e alunos na Avaliação Pedagógica a) Processos de recolha de informação: papel do professor e dos alunos b) Impacto da informação recolhida para professores e alunos 3. Sistema de Avaliação e de Classificação a) Critérios de avaliação e rubricas b) Criação de um Sistema de Avaliação e de um Sistema de Classificação

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 18-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

189

Avaliação Pedagógica dos alunos: fazer aprender por meio de rubricas
Docentes que nunca frequentaram as Oficinas de Formação MAIA - Professores dos 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico, do Ensino Secundário e Professores de Educação Especial

ACD

 

3.0 horas

 

Presencial

 

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Plataformas Zoom

A emergência que a avaliação pedagógica tem vindo a assumir no nosso país, fruto das mais recentes políticas educativas, tem levado as escolas a focarem os processos de reflexão em torno da sua mais eficiente operacionalização. Neste contexto, surge a necessidade das escolas criarem espaços de reflexão ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1291_Dia_23 Inscrições abertas até 21-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD-128/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 23-11-2021

Fim: 23-11-2021

Regime: Presencial

Local: Plataformas Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

A emergência que a avaliação pedagógica tem vindo a assumir no nosso país, fruto das mais recentes políticas educativas, tem levado as escolas a focarem os processos de reflexão em torno da sua mais eficiente operacionalização. Neste contexto, surge a necessidade das escolas criarem espaços de reflexão ideológica, de acerto de procedimentos entre os professores com vista à melhoria do processo de recolha de informações acerca das aprendizagens realizadas pelos alunos para posterior feedback. Os critérios de avaliação, criados segundo uma interpretação inteligente do definido no Perfil do Aluno à Saída da escolaridade Obrigatória e nas Aprendizagens Essenciais, organizados em rubricas têm-se constituído como um processo adotado em muitas escolas, entre as quais, as do CFAELeiriMar, e por isso, torna-se necessário a sua apropriação pelo maior número de docentes e um aprofundamento das suas múltiplas dimensões no processo de avaliação pedagógica.

Objetivos

- Refletir acerca da criação de critérios de avaliação com base nos documentos curriculares - Conhecer as características, tipologias e finalidades das rubricas para efeitos de avaliação das aprendizagens - Refletir acerca das potencialidades do uso de rubricas para organizar um sistema de avaliação formativa e um sistema de classificação

Conteúdos

1. Definição de critérios de avaliação 1.1 Características 1.2 Desafios na sua definição 2. As Rubricas na avaliação pedagógica 2.1 Tipologias e finalidades 2.2 Sistema de avaliação vs sistema de classificação 2.3 Classificar com apoio de rubricas

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 23-11-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

197

Avaliação Pedagógica dos alunos: fazer aprender por meio de rubricas
Docentes que nunca frequentaram as Oficinas de Formação MAIA - Professores dos 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico, do Ensino Secundário e Professores de Educação Especial

ACD

 

3.0 horas

 

Presencial

 

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Plataforma Zoom

A emergência que a avaliação pedagógica tem vindo a assumir no nosso país, fruto das mais recentes políticas educativas, tem levado as escolas a focarem os processos de reflexão em torno da sua mais eficiente operacionalização. Neste contexto, surge a necessidade das escolas criarem espaços de reflexão ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1292_Dia_25 Inscrições abertas até 21-11-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD-128/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 25-11-2021

Fim: 25-11-2021

Regime: Presencial

Local: Plataforma Zoom

Formador

Nelson Cândido Pedrosa Marques Cardoso

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

A emergência que a avaliação pedagógica tem vindo a assumir no nosso país, fruto das mais recentes políticas educativas, tem levado as escolas a focarem os processos de reflexão em torno da sua mais eficiente operacionalização. Neste contexto, surge a necessidade das escolas criarem espaços de reflexão ideológica, de acerto de procedimentos entre os professores com vista à melhoria do processo de recolha de informações acerca das aprendizagens realizadas pelos alunos para posterior feedback. Os critérios de avaliação, criados segundo uma interpretação inteligente do definido no Perfil do Aluno à Saída da escolaridade Obrigatória e nas Aprendizagens Essenciais, organizados em rubricas têm-se constituído como um processo adotado em muitas escolas, entre as quais, as do CFAELeiriMar, e por isso, torna-se necessário a sua apropriação pelo maior número de docentes e um aprofundamento das suas múltiplas dimensões no processo de avaliação pedagógica.

Objetivos

- Refletir acerca da criação de critérios de avaliação com base nos documentos curriculares - Conhecer as características, tipologias e finalidades das rubricas para efeitos de avaliação das aprendizagens - Refletir acerca das potencialidades do uso de rubricas para organizar um sistema de avaliação formativa e um sistema de classificação

Conteúdos

1. Definição de critérios de avaliação 1.1 Características 1.2 Desafios na sua definição 2. As Rubricas na avaliação pedagógica 2.1 Tipologias e finalidades 2.2 Sistema de avaliação vs sistema de classificação 2.3 Classificar com apoio de rubricas

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 25-11-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

201

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes do Agrupamento DDinis | Nível 1 | Turma 2

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Leiria

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T04_t2_DDinis Inscrições abertas até 17-11-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 25-11-2021

Fim: 03-02-2022

Regime: Presencial

Local: Leiria

Formador

Henrique Manuel Passos Martins

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 02-12-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 09-12-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 06-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 13-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 20-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 27-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 03-02-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
8 10-02-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

200

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes do Agrupamento DDinis | Nível 1 | Turma 1

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Leiria

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T04_t1_DDinis Inscrições abertas até 16-11-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 30-11-2021

Fim: 08-02-2022

Regime: Presencial

Local: Leiria

Formador

Henrique Manuel Passos Martins

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 30-11-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 07-12-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 04-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 11-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 18-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 25-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 01-02-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
8 08-02-2022 (Terça-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

147

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
EXCLUSIVO: Docentes do Agrupamento de Escolas Marinha Grande Nascente | Nível 1

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Marinha Grande

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 103T02_AEMGNascent Inscrições abertas até 30-11-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110019/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 07-12-2021

Fim: 18-01-2022

Regime: Presencial

Local: Marinha Grande

Formador

José Manuel da Cruz Soares

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, 999, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 07-12-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 09-12-2021 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 14-12-2021 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 04-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 06-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 11-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 13-01-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
8 18-01-2022 (Terça-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

Formação de Formadores SBV-DAE para Professores “SBV/DAE - Escola INEM”–Módulo 1
Exclusiva - Professores do Grupo 620 - Escolas Associadas ao Centro de Formação de LeiriMar

ACD

 

4.0 horas

 

Presencial

 

Professores do grupo de recrutamento 620

Estádio de Leiria (a confirmar)

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se ...
Ler mais Ler menos

Ref. 11002 Inscrições abertas até 06-10-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD-119/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 07-12-2021

Fim: 07-12-2021

Regime: Presencial

Local: Estádio de Leiria (a confirmar)

Destinatários

Professores do grupo de recrutamento 620

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar, Instituto Nacional de Emergência Médica e Direção-Geral da Educação

Razões

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se efetuada apenas por médicos, já que a PCR ocorre na maioria das vezes fora do hospital. Nesse sentido recomenda-se que os “não médicos” sejam treinados e autorizados a utilizar desfibrilhadores, na sequência do enquadramento proporcionado pela legislação existente. Tendo em vista a massificação do ensino e treino das manobras de suporte básico de vida com desfibrilhação automática externa, designadamente no âmbito da formação efetuada nos estabelecimentos de ensino, justifica-se a criação deste produto pedagógico, de forma a promover a formação dos professores com competências técnico/pedagógicas nesta área. O número máximo de elementos a admitir à formação, bem como a relação formador/formando, teve em conta a capacidade pedagógica prévia dos elementos que integrarão estas ações.

Objetivos

Demonstrar competências como formador de Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa (SBV/DAE).

Conteúdos

 15 Minutos: Apresentação e objetivos do curso  45 Minutos: Algoritmo de SBV e demonstração  90 Minutos: Sessão prática de SBV, PLS e DVA  90 Minutos: Sessão prática de execução de tarefas

Metodologias

Sessões Teóricas; Sessões Práticas

Avaliação

Avaliação Prática Contínua, realizada durante a execução das tarefas atribuídas, nas quais o formando terá de ter nota igual ou superior a 15 valores (75%), para ficar aprovado. (Formação de Formadores). Não são permitidas faltas.


Formação de Formadores SBV-DAE para Professores “SBV/DAE - Escola INEM” – Módulo 2
Exclusiva - Professores do Grupo 620 - Escolas Associadas ao Centro de Formação de LeiriMar

ACD

 

4.0 horas

 

Presencial

 

Professores do Grupo 620

Estádio de Leiria (a confirmar)

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se ...
Ler mais Ler menos

Ref. 11102 Inscrições abertas até 06-10-2021

Registo de acreditação: LEIRIMAR-ACD-120/2021

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 07-12-2021

Fim: 07-12-2021

Regime: Presencial

Local: Estádio de Leiria (a confirmar)

Destinatários

Professores do Grupo 620

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar, Instituto Nacional de Emergência Médica e Direção-Geral da Educação

Razões

Os estudos científicos comprovam que a probabilidade de sobrevivência é tanto maior quanto menor o tempo decorrido entre uma paragem cardiorrespiratória (PCR) provocada por uma fibrilação ventricular e a consequente desfibrilhação. A rápida desfibrilhação, enquanto objetivo, é difícil de atingir se efetuada apenas por médicos, já que a PCR ocorre na maioria das vezes fora do hospital. Nesse sentido recomenda-se que os “não médicos” sejam treinados e autorizados a utilizar desfibrilhadores, na sequência do enquadramento proporcionado pela legislação existente. Tendo em vista a massificação do ensino e treino das manobras de suporte básico de vida com desfibrilhação automática externa, designadamente no âmbito da formação efetuada nos estabelecimentos de ensino, justifica-se a criação deste produto pedagógico, de forma a promover a formação dos professores com competências técnico/pedagógicas nesta área. O número máximo de elementos a admitir à formação, bem como a relação formador/formando, teve em conta a capacidade pedagógica prévia dos elementos que integrarão estas ações.

Objetivos

Demonstrar competências como formador de Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa (SBV/DAE).

Conteúdos

 45 Minutos: Algoritmo de SBV-DAE e demonstração  60 Minutos: Sessão prática de SBV-DAE  75 Minutos: Sessão prática de execução de tarefas  45 Minutos: Workshop sobre avaliação prática  15 Minutos: Avaliação e encerramento do curso

Metodologias

Sessões Teóricas; Sessões Práticas

Avaliação

Avaliação Prática Contínua, realizada durante a execução das tarefas atribuídas, nas quais o formando terá de ter nota igual ou superior a 15 valores (75%), para ficar aprovado. (Formação de Formadores). Não são permitidas faltas.