Contactos
ES Eng.º Acácio Calazans Duarte, Rua Professor Nery Capucho, Apartado 385 2431-905 Marinha Grande
969698280 / 244575145

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Consulte a legislação em vigor



INSCRIÇÕES ABERTAS - 11º ENCONTRO NA DIFERENÇA

Após dois anos de pandemia, estamos a retomar esta parceria entre a CERCILEI e o CF de LeiriMar. Vem aí o "11º Encontro na Diferença", dias 27, 28 e 29 de outubro. Inscrições junto da CERCILEI ou do LeiriMar.Entre em "Oferta formativa", na sua conta, e inscreva-se. Confira o cartaz.
INSCRIÇÕES ABERTAS Ação de Curta Duração "Como fazer da sala de aula uma oportunidade de aprender habilidades para a vida. Diversos exercícios e exploração do programa - A Aventura da Vida".
A CIMRL vai dinamizar uma Capacitação (ACD) do programa educativo “A Aventura da Vida”, recurso pedagógico na área da educação para a saúde, integrado no PICIE – Plano Inovador de Combate ao Insucesso Escolar, no próximo dia 13 de outubro, entre as 14h30 e as 17h30, no Museu de Leiria (Sala do Capítulo).
Esta ação está certificada pelos Centros de Formação de Professores da Região de Leiria (para educadores/as e professores/as) e conta com a colaboração da Universidade Aberta (Professora Susana Henriques) e da Fundación EDEX (Roberto Flores – Presidente da Fundação e Iván Darío Chahín - responsável pela “Escuela Iberoamericana de Habilidades para la Vida y director de EDEX para América Latina”).
Pretende-se que os/as participantes tenham acesso a ferramentas para explorar em contexto de sala de aula, promovendo uma intervenção preventiva e integrada para hábitos de vida saudável, de forma lúdica, que potenciem o bem-estar físico, psicológico e social das crianças e alunos/as.
 Destinatários/as: educadores/as do PE, professores/as 1º CEB e técnicos/as das Equipas Multidisciplinares PICIE.
 As inscrições são gratuitas, mas limitadas, e podem ser efetuadas até ao dia 07 de outubro, através do link: https://questionarios.cimregiaodeleiria.pt/questionario/picie_aventura

INSCRIÇÕES ABERTAS -   II Encontro Formação e Práticas Educativas
Estão abertas as inscrições para o II Encontro sobre Formação e Práticas Educativas, a realizar nos dias 4 e 5 de novembro 2022, na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, do Instituto Politécnico de Leiria.
Mais informações e inscrições em https://www.ipleiria.pt/esecs/formacao-continua/
 Confira o cartaz.

Esta é a nova Plataforma de Gestão da Formação do Centro de Formação de LeiriMar. Pode fazer a sua inscrição, através do menu "Criar conta". Esta inscrição permitir-lhe-á, sem necessidade de voltar a inserir todos os dados: (1) Inscrever-se nas ações de formação que forem divulgadas, acedendo ao menu "oferta formativa" e clicando em cima da imagem (pode anular a inscrição, clicando de novo em cima da imagem), sem nova inserção de dados; (2) Alterar/atualizar os seus dados pessoais sempre que for necessário; (3) Aceder e construir todo o seu histórico de formação, no qual serão disponibilizados, em permanência, os certificados obtidos.

Pode consultar o Manual do Utilizador.

 

DIVULGAÇÃO

186

Elaboração de Recursos Educativos Multimédia II - Vídeo Digital
Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Curso

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Marinha Grande

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), visa a promoção de competências digitais, bem como o incentivo a práticas inovadoras na educação. É neste contexto que surge esta oficina de formação, que pretende dar resposta às necessidades formativas ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1261 Inscrições abertas até 10-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-111884/21

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 13-10-2022

Fim: 24-11-2022

Regime: Presencial

Local: Marinha Grande

Formador

José Augusto Laurentino Simões Valentim Rocha Nobre

Destinatários

Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial.Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial.No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), visa a promoção de competências digitais, bem como o incentivo a práticas inovadoras na educação. É neste contexto que surge esta oficina de formação, que pretende dar resposta às necessidades formativas identificadas, na sequência de um diagnóstico de necessidades formativas na área das competências digitais, aplicado junto dos professores das escolas associadas do CFAE. O domínio de competências “Criação de conteúdos digitais (Capacidade de criar e editar novos conteúdos, texto, imagem, vídeos, programação, entre outros)” foi identificado como um dos mais sinalizados como alvo de necessidades formativas. Deste modo, esta oficina visa capacitar os professores para a utilização de diversas aplicações Multimédia (nível 2) – vídeo digital, proporcionando-lhes o contacto com alguns recursos e ferramentas fundamentais para a promoção de aprendizagens ativas, para a construção de recursos inovadores, apoiando-os para que se verifique uma utilização pedagógica efetiva em sala de aula e refletindo criticamente sobre as potencialidades destas aplicações nos seus contextos educativos concretos.

Objetivos

- Responder aos desafios da educação no século XXI pela utilização de práticas pedagógicas inovadoras; - Contribuir para a melhoria das aprendizagens dos alunos; - Conhecer e integrar os diferentes tipos de informação multimédia: texto, imagem, vídeo e som; - Adquirir competências específicas em produção e edição de vídeo e melhorar a autoconfiança nos conhecimentos teórico/práticos adquiridos de modo a utilizá-los em sala de aula; - Compreender as potencialidades do vídeo na representação da realidade e a sua importância como recurso pedagógico; - Desenvolver a capacidade de produzir, editar e manipular vídeos com vista a produzir material multimédia para divulgação offline e online.

Conteúdos

1. Breve abordagem à noção de Multimédia. As tecnologias analógicas e as tecnologias digitais – 1h00; 2. Exercícios orientados de exploração de software de produção e edição de vídeo: - As técnicas de animação– 3h00; 3. Procedimentos e técnicas de edição de vídeo digital - – 8h00: 3.1. A pré-produção (planificar o vídeo: sinopse, argumento, storyboard; aspetos logísticos, económicos e legais); 3.2. A produção (cuidados a observar na realização de filmagens/gravações em vídeo (planos, tomadas de vista, enquadramentos, iluminação, captação de som, utilização básica de alguns equipamentos). Captação de imagens e recolha/seleção de materiais; 3.4. Pós-produção (Sistemas e formatos de vídeo. Equipamento informático e aplicações de montagem); 3.5. Aquisição/digitalização de vídeo e áudio. 3.6. Conversão entre formatos de vídeo. 3.7. Montagem sequencial de clips de vídeo; métodos de corte. 3.8. Adição de transições, títulos e efeitos. 3.9. A sonorização: manipulação do som original, adição de efeitos sonoros, música e comentários/narração. 4. Elaboração de materiais pedagógico-didáticos com recurso ao computador – 3h00.

Avaliação

Avaliação dos formandos baseada nos seguintes pressupostos: Obrigatoriedade de frequência de 2/3 das horas de formação. Classificação na escala de 1 a 10, conforme indicado na Carta Circular CCPFC – 3/2007 – Setembro 2007, com a menção qualitativa de: 1 a 4,9 valores – Insuficiente; 5 a 6,4 valores – Regular; 6,5 a 7,9 valores – Bom; 8 a 8,9 valores – Muito Bom; 9a 10 valores - Excelente. Parâmetros de avaliação e respetiva ponderação: - Empenho e participação nas sessões – 20% - Trabalho prático ao longo das sessões – 30% - Aplicação em contexto – 30% - Reflexão crítica, individual, com cerca de uma página, sobre o impacto da formação na prática docente – 20%. Avaliação e certificação de acordo com a legislação em vigor.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 13-10-2022 (Quinta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial
2 20-10-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
3 27-10-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
4 03-11-2022 (Quinta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial
5 10-11-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
6 24-11-2022 (Quinta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial

INSCREVER-ME

186
289

XI Encontro na Diferença - Ser diferente é normal - O importante é trabalhar em equipa!
A frequência desta ação implica o pagamento de 20€ à CERCILEI. Consulte o panfleto disponibilizado.

Colóquio

 

17.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Professores de Educação Especial

Auditório 2 - Escola Superior de Educação e Ciências Sociais

Este curso concretiza-se num Encontro, numa parceria entre a CERCILEI e o Centro de Formação de LeiriMar, que visa proporcionar momentos de reflexão e debate, visando promover e gerar redes de partilha, aumentar as relações de proximidade e a cooperação das e entre as comunidades escolar e educativa e dos ...
Ler mais Ler menos

Ref. 17301 Inscrições abertas até 20-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-107044/20

Modalidade: Colóquios; congressos; simpósios; jornadas ou iniciativas congéneres

Duração: 17.0 horas

Início: 27-10-2022

Fim: 29-10-2022

Regime: Presencial

Local: Auditório 2 - Escola Superior de Educação e Ciências Sociais

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Professores de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar e CERCILEI

Razões

Este curso concretiza-se num Encontro, numa parceria entre a CERCILEI e o Centro de Formação de LeiriMar, que visa proporcionar momentos de reflexão e debate, visando promover e gerar redes de partilha, aumentar as relações de proximidade e a cooperação das e entre as comunidades escolar e educativa e dos parceiros locais que, de forma mais direta ou indireta, com maior o menor grau de envolvimento, lidam com a problemática da diferença, com especial destaque para as pessoas portadoras de deficiência. Com esta ação, pretende-se, assim, a capacitação de todos os docentes, quer os do ensino regular, quer os de Educação Especial, de competências essenciais necessárias ao seu desenvolvimento profissional e à melhoria das suas práticas pedagógicas, através da implementação de respostas de diferenciação pedagógica adequadas à diversidade de crianças e jovens com quem trabalham, que sejam potenciadoras de uma Educação Inclusiva e de Qualidade para Todos, face à experiência já existente de implementação do novo quadro legal. Acedendo ao vasto leque de conhecimentos conceptuais, científicos e relatos de prática complementados por debates reflexivos, desafiantes e pautados pela qualidade, diversidade e complementaridade de perspetivas, pretende-se contribuir para a mudança efetiva de paradigma no que se refere à Educação de Qualidade, que, tal como defende David Rodrigues (2017), só pode existir "se ela for inclusiva e para ser inclusiva é preciso operar mudanças bem sensíveis na escola tal como a conhecemos. Estamos, pois, convocados para refletir e intervir inspirados no triângulo dos conceitos: Educação, Inclusão e Inovação."

Objetivos

1. Promover espaços e tempos de partilha e reflexão, entre os agentes ligados ao mundo da educação sobre a respostas educativas e sociais a crianças e jovens portadoras de deficiência e/ou problemas de saúde; 2. Aprofundar conhecimentos teóricos e práticos na área das perturbações do neurodesenvolvimento infanto-juvenil e estratégias de prevenção e intervenção; 3. Refletir sobre a implementação do novo enquadramento legal para potenciar uma efetiva participação e melhoria das práticas inclusivas; 4. Sensibilizar os educadores de infância e professores para situações de risco que envolvem maus tratos, dando a conhecer indicadores, bem como sinais de alerta e procedimentos de proteção e mecanismos de intervenção; 5. Conhecer projetos, dinâmicas e recursos artísticos e digitais potenciadores de práticas de diferenciação pedagógica e inclusão a decorrer em alguns Agrupamentos/Escolas, bem como em entidades locais.

Conteúdos

Esta ação de formação engloba diversas comunicações/painéis generalistas, com uma duração variável, que se traduzem em sessões de trabalho teórico-práticas, nas quais a intervenção de diversos palestrantes é seguida de momentos de debate. No início, haverá um momento administrativo, que inclui a sessão de abertura; no final, terá lugar um espaço para conclusões e para encerramento do Encontro. 1. Receção dos formandos e sessão de abertura, na qual várias entidades representativas serão convidadas a intervir sobre a temática global deste Encontro. 2. Processos de integração profissional de pessoas portadoras de deficiência - inclusão na vida escolar, social - 1h00; 3. Partilha de práticas sobre percursos de transição dos jovens com necessidades especiais de educação na vida ativa em desenvolvimento na CERCILEI - intervenção precoce, Centro de Recursos para a Inclusão, Centro de Atividades Ocupacionais, Formação Profissional - 1h45; 4. A importância de contar histórias e das expressões como práticas de inclusão: expressão dramática, histórias multissensoriais, histórias em Língua Gestual Portuguesa, histórias em Braille e expressão musical - 2h45; 5. Aspetos legais e médicos e suas implicações na vida escolar e social das crianças: o regime do maior acompanhado e o uso da medicação na deficiência - 1h45; 6. Psicomotricidade e inclusão - 0h45; 7. Compreender as perturbações do espectro do autismo - 1h00; 8. Neurociência e Educação - 1h00; 9. Recursos educativos analógicos e digitais para aplicação em diversos contextos para fomentar a inclusão - 1h30; 10. O desenvolvimento e o potencial das atividades lúdicas do desenvolvimento das crianças - 1h30; 11. Situações de risco que envolvem maus tratos e violência física e psicológica: indicadores, sinais de alerta e procedimentos de proteção e mecanismos de intervenção - 3h00; 12. Sessão de encerramento dos trabalhos, na qual será apresentada uma reflexão final sobre o Encontro - 0h30.

Metodologias

Esta ação de formação consubstancia-se na organização de um Encontro, constituído por diversas comunicações. Esquematiza-se, de seguida, o formato do Encontro: 1.º momento - Sessão de abertura, na qual serão dadas informações de cariz organizativo e várias entidades representativas serão convidadas a intervir sobre a temática global deste encontro; 2.º momento - Sessões plenárias, com uma duração variável, de acordo com o exposto nos conteúdos. Em cada uma das sessões, intervirão especialistas, que abordam assuntos relacionados com as diversas problemáticas, conforme conteúdos elencados. Segue-se um espaço de debate, moderado por diversos convidados; 3.º momento - Sessão de encerramento, na qual serão apresentadas as conclusões deste encontro.

Avaliação

Os formandos serão avaliados utilizando a tabela de 1 a 10 valores, conforme indicado o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio, utilizando os parâmetros de avaliação estabelecidos e respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua. Escala de avaliação: Excelente - de 9 a 10 valores; Muito Bom - de 8 a 8,9 valores; Bom - de 6,5 a 7,9 valores; Regular - de 5 a 6,4 valores; Insuficiente - de 1 a 4,9 valores. A avaliação será baseada nos dois itens seguintes: - Participação e contributos dos docentes durante o Encontro. - Um relatório de reflexão individual, a enviar até 15 dias após o término da formação, com um máximo de 3 páginas, sobre o percurso e as experiências de enriquecimento profissional desenvolvidas ao longo da participação nos painéis, integrando uma análise reflexiva que envolva, pelo menos, uma das comunicações apresentadas. Creditação final de acordo com o regulamento da modalidade. A certificação da Ação será efetuada de acordo com a legislação em vigor.

Bibliografia

Decreto-Lei nº 54/2018, de 6 de julho. Poiares, C. (2012). Manual de Psicologia Forense e da Exclusão Social Rotas de investigação e de intervenção - Volume I. Edições Universitárias Lusófonas. Rodrigues, D. (2013). Equidade e Educação Inclusiva. Edições Profedições.

Anexo(s)

Panfleto


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 27-10-2022 (Quinta-feira) 16:45 - 23:45 7:00 Presencial
2 28-10-2022 (Sexta-feira) 09:00 - 18:00 9:00 Presencial
3 29-10-2022 (Sábado) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

Elaboração de Recursos Educativos Multimédia II - Vídeo Digital

Curso

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Leiria - a definir

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), visa a promoção de competências digitais, bem como o incentivo a práticas inovadoras na educação. É neste contexto que surge esta oficina de formação, que pretende dar resposta às necessidades formativas ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1262 Inscrições abertas até 19-01-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-111884/21

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 26-01-2023

Fim: 16-03-2023

Regime: Presencial

Local: Leiria - a definir

Formador

José Augusto Laurentino Simões Valentim Rocha Nobre

Destinatários

Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial.Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial.No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação de LeiriMar

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), visa a promoção de competências digitais, bem como o incentivo a práticas inovadoras na educação. É neste contexto que surge esta oficina de formação, que pretende dar resposta às necessidades formativas identificadas, na sequência de um diagnóstico de necessidades formativas na área das competências digitais, aplicado junto dos professores das escolas associadas do CFAE. O domínio de competências “Criação de conteúdos digitais (Capacidade de criar e editar novos conteúdos, texto, imagem, vídeos, programação, entre outros)” foi identificado como um dos mais sinalizados como alvo de necessidades formativas. Deste modo, esta oficina visa capacitar os professores para a utilização de diversas aplicações Multimédia (nível 2) – vídeo digital, proporcionando-lhes o contacto com alguns recursos e ferramentas fundamentais para a promoção de aprendizagens ativas, para a construção de recursos inovadores, apoiando-os para que se verifique uma utilização pedagógica efetiva em sala de aula e refletindo criticamente sobre as potencialidades destas aplicações nos seus contextos educativos concretos.

Objetivos

- Responder aos desafios da educação no século XXI pela utilização de práticas pedagógicas inovadoras; - Contribuir para a melhoria das aprendizagens dos alunos; - Conhecer e integrar os diferentes tipos de informação multimédia: texto, imagem, vídeo e som; - Adquirir competências específicas em produção e edição de vídeo e melhorar a autoconfiança nos conhecimentos teórico/práticos adquiridos de modo a utilizá-los em sala de aula; - Compreender as potencialidades do vídeo na representação da realidade e a sua importância como recurso pedagógico; - Desenvolver a capacidade de produzir, editar e manipular vídeos com vista a produzir material multimédia para divulgação offline e online.

Conteúdos

1. Breve abordagem à noção de Multimédia. As tecnologias analógicas e as tecnologias digitais – 1h00; 2. Exercícios orientados de exploração de software de produção e edição de vídeo: - As técnicas de animação– 3h00; 3. Procedimentos e técnicas de edição de vídeo digital - – 8h00: 3.1. A pré-produção (planificar o vídeo: sinopse, argumento, storyboard; aspetos logísticos, económicos e legais); 3.2. A produção (cuidados a observar na realização de filmagens/gravações em vídeo (planos, tomadas de vista, enquadramentos, iluminação, captação de som, utilização básica de alguns equipamentos). Captação de imagens e recolha/seleção de materiais; 3.4. Pós-produção (Sistemas e formatos de vídeo. Equipamento informático e aplicações de montagem); 3.5. Aquisição/digitalização de vídeo e áudio. 3.6. Conversão entre formatos de vídeo. 3.7. Montagem sequencial de clips de vídeo; métodos de corte. 3.8. Adição de transições, títulos e efeitos. 3.9. A sonorização: manipulação do som original, adição de efeitos sonoros, música e comentários/narração. 4. Elaboração de materiais pedagógico-didáticos com recurso ao computador – 3h00.

Avaliação

Avaliação dos formandos baseada nos seguintes pressupostos: Obrigatoriedade de frequência de 2/3 das horas de formação. Classificação na escala de 1 a 10, conforme indicado na Carta Circular CCPFC – 3/2007 – Setembro 2007, com a menção qualitativa de: 1 a 4,9 valores – Insuficiente; 5 a 6,4 valores – Regular; 6,5 a 7,9 valores – Bom; 8 a 8,9 valores – Muito Bom; 9a 10 valores - Excelente. Parâmetros de avaliação e respetiva ponderação: - Empenho e participação nas sessões – 20% - Trabalho prático ao longo das sessões – 30% - Aplicação em contexto – 30% - Reflexão crítica, individual, com cerca de uma página, sobre o impacto da formação na prática docente – 20%. Avaliação e certificação de acordo com a legislação em vigor.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 26-01-2023 (Quinta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial
2 09-02-2023 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
3 23-02-2023 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
4 02-03-2023 (Quinta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial
5 09-03-2023 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
6 16-03-2023 (Quinta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial

INSCREVER-ME

298